Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

FIFTY SHADES OF VANESSA PAQUETE

FIFTY SHADES OF VANESSA PAQUETE

FLAMENCO NA I EDICÃO DA DESIFOTO LISBOA 2014

Sem Título1 (2).png

A Desifoto Lisboa foi criada em inícios do ano de 2014 com o intuito de dar a promover uma amálgama de artes num só dia com o objetivo de dar a conhecer o trabalho de toda a gente, desde fotógrafos a modelos, make-up artists, estilistas, cabeleireiros etecetera.

A primeira Edição decorreu no Castelo de Palmela num dia sombrio e cinzento onde a chuva ameaçava arruinar por completo o Evento. Todavia, a energia dos modelos, a boa disposição dos fotógrafos e de todos os parceiros que nos acompanharam e se juntaram a nós fizeram daquela I Edição um dia memorável que nos ajudou a ganhar confiança para prosseguir com o sonho e começar já a planear-se a II Edição.

Na I Edição da Desifoto Lisboa no Castelo de Palmela, vários modelos juntaram-se para representarem variadíssimos estilistas e casa de roupa. Tivemos a sorte de conseguir congregar e fazer uma boa simbiose entre o Norte e o Sul do país, visto que vários fotógrafos e modelos da região Norte do país contribuíram com a sua boa energia e boa disposição, bem como profissionalismo para que o Evento se transformasse numa miríade de estilos bem diversificados.

A dança ficou a cargo da Escola de Flamenco de Sofia Abraços, algo que ambicionávamos muito e conseguimos realizar, presenteando assim os fotógrafos com um extra bónus que eles não estavam à espera: FLAMENCO para fotografarem!

Sem Títuloui (3).png

O meu primeiro contacto com esta linda forma de arte aconteceu a dois passos da catedral de Sevilha e também devido a forte ligação do Filipe à Espanha (residiu em Madrid alguns anos). O Filipe já era um enamorado convicto desta arte tão enigmática. Habituadíssimo a andar pela Andaluzia, foi lá que caiu de amores – por assim dizer – pelas bailarinas de flamenco. Antes do espetáculo iniciar-se, diante da catedral de Sevilha, ficamos a saber um pouco mais sobre esta música/dança que mistura influências ciganas, árabes e judaicas:

Ficamos a saber que, na sua forma original, o flamenco contava somente com a voz, um grito primitivo acompanhado pelo ritmo batido numa tábua de madeira.  Ficamos a saber ainda que existem vários ritmos ou estilos, por vezes contrastantes, que foram beber inspiração ao folclore andaluz, à música caribenha e aos ritmos africanos.

Os vestidos também mudam, ao sabor da emoção de cada dança. Há vestidos de caudas tão longas que batem no rosto dos espectadores, nos rodopios mais frenéticos. E depois há os acessórios, que acrescentam sempre algo surpreendente: um leque, um xaile, as castanholas…

Também conhecido como "cante jondo", o flamenco é uma arte capaz de transmitir todo o tipo de sentimentos através de movimentos suaves, mas firmes e marcados, a intensidade das vozes dos seus cantores e o simples tocar de um violão.

Sem Título (3).png

No Castelo de Palmela, a nossa ambição parecia desmesurada; sem um palco apropriado (estrado) para os sapatos puderem implementar o seu ritmo, com um dia a avizinhar chuva e os fotógrafos céticos e inquietos e eu a roer as unhas, Sofia chegou por volta das 17:30 a Suite da Pousada do Castelo (onde residiam os bastidores) com um grupo enorme, várias malas, crianças, imponente, altiva e muito hispânica, devo dizer! Sofia tem uma formação de 15 anos em Flamenco, Escuela Bolera, Sevilhanas e Danças Regionais espanholas com Celia Neves, na Escola de Ballet Clássico Espanhol Celia Neves em Lisboa (1977-1992).

Em 1985, frequenta a Royal Academy of Dance (em Londres) e em 1993 forma-se em dança pela Escola Superior de Dança de Lisboa. Para além de Celia Neves, estudou também com Carlos Benavides (bailarino do Ballet Nacional de Espanha) durante 5 anos e com Ana M ª Martínez entre 1997 e 2007. Estudou intensamente em Lisboa e Sevilha com artistas de renome, tais como como Antonio Perez (também bailarino do Ballet Nacional de Espanha), Natcho Blanco, Rosario Peinado, Costi "El Chato", Maribel "La Zambra", Gracia Diaz, Carmen Mesa e Devla Amaya.

Como tal, imaginam o quanto sustivemos o fôlego.

Música de violões, cantos roucos, palmas, castanholas e dança – os principais ingredientes do flamenco não mudaram nos dois últimos séculos. O jogo de pés é relativamente recente: o sapateado só foi introduzido há 100 anos. Para muitos “gitanos” e “payos” (não ciganos), o flamenco não é apenas folclore, mas um estilo de vida e uma importante forma de arte. Sofia chegou com vestidos garridos, xailes, chapéus, castanholas e um ritmo frenético, Muitos leques, sapateado (ainda que não tivesse o estrado, algo que corrigimos em 2016) e muita posse: O flamenco é uma arte altiva, vem-lhes da alma, corre-lhes no sangue, sentimo-la no chão, no baloiçar das mãos, no premir feroz das castanholas, no olhar que espreita incisivo por entre os leques. O flamenco é fogo e cheio de matizes vermelhas, cor de sangue e rosa fogo. Nunca tinha visto nada igual!

19117769_F8AeF.png

Sofia Abraços foi uma das grandes convidadas da I Edição da Desifoto Lisboa e resultou tão bem ao ponto de regressar para a III Edição no Bacalhoa Buddha Éden, em 2016!

O bairro de Triana viu nascer e crescer alguns dos dançarinos e cantores mais importantes do mundo do flamenco e se vocês quiserem conhecer mais sobre esta arte, têm a opção de visitar o Museu do Baile Flamenco em Sevilha, apesar de que acredito que a melhor forma de conhecê-lo é desfrutando da arte em estado puro e ir a um dos seus espetáculos, ou então desfrutar das várias fotografias que os fotógrafos da Desifoto Lisboa captaram.

_MG_0573-X3.jpg

_MG_0523-X3.jpg

_MG_0553-X3.jpg

10252097_10201510964249976_2099533786730169425_n.j

_MG_0545-X3.jpg

10155319_10201510968130073_616921614371081680_n.jp

10525772_284062678445746_3566378362251472505_n.jpg

10262210_10201510968930093_6717513312780325133_n.j

10246253_10201510969570109_6848080216028841278_n.j

10168182_10201510982690437_9051311601828193533_n.j

10301296_10201510970890142_1907995476849232424_n.j

10440995_284063108445703_2998475980352031421_n.jpg

10541020_334177120100968_5856410195656091682_n.jpg

988456_10201510958889842_525815387945694447_n.jpg

eb2703151c37e436ead68e1247b2adf9.jpg

1029b1b0748a4d4446a0f80f452e076f.jpg

_MG_0508-X3.jpg

eacedc74773b9500686b37bcdb3e6665.jpg

_MG_0525-X3.jpg

1001979_10201510979450356_4584931372016452113_n.jp

66ecf438a76fe7490a54c276f815d7a9.jpg

10246570_10201510980690387_6325329659844333299_n.j

d09a8b434856408aa5cbfe9ca91d70a9.jpg

4c184ab5c9035d1a5b35178378c3258f.jpg

c0cc58743fbcb71fddfda1e80100cdcb.jpg

_MG_0533-X3.jpg

9580a04c95248bf3af7944a8e2014c41.jpg

237355a8b6111f718f1e8d098e27f4e3.jpg

10177258_10201510972930193_2087250006573808960_n.j

a4e73101dd6a1812c0bd1aae704365c8.jpg

70b76a20e53574312207d6fb5fc8729e.jpg

Design de Flyers: Vanessa Paquete 2020 ©

Texto & Crítica: Vanessa Paquete 2020 ©

Fotos Principais: Todos os Direitos de Autor Pertencem ao Respetivo Tiago Sequeira ; José António Marques; Paulo Homen De Melo; Ricardo Tavares ©

Modelos: Escola Sofia Abraços

Página Facebook Sofia Abraços

Comentar:

Mais

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

Este blog tem comentários moderados.

Este blog optou por gravar os IPs de quem comenta os seus posts.