Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

FIFTY SHADES OF VANESSA PAQUETE

FIFTY SHADES OF VANESSA PAQUETE

" A Descoberta Do Amor " C/ DIOGO MORGADO (SIC /02 ABRIL 2016 ÀS 15:15)

Sem Título546.jpg

 

Diogo Morgado, mais eclético que nunca, calçou as suas botas de cowboy para vestir a pele de Derek Sterling, num drama romântico que viu a luz do dia em Fevereiro nos Estados-Unidos pelas mãos da UPTV. O filme chegou aos ecrãs precisamente no dia de S. Valentim para celebrar o reencontro do amor e nos reafirmar os valores acerca do mesmo!

 

Desde que se iniciou a promoção do filme o assédio foi exaustivo para que o filme fosse exportado para a Europa e não se ficasse apenas por território americano. Tal fez com que “ Love Finds You In Valentine “ desse a oportunidade aos fãs francófonos de puderem, igualmente, assistir ao filme que foi exibido no canal M6.  

 

Por cá estreou-se na SIC CARAS no Domingo, dia 20 de Março como  " A Descoberta do Amor ".

 

E é já este Sábado, 02 de Abril 2016, que o poderemos ver em canal aberto na SIC.

 

Chevonne O’Shaughnessy supervisionou a produção do filme "Love Finds You In Valentine" " A Descoberta Do Amor " que coloca Diogo – pela primeira vez numa produção americana – num filme de cariz drama/romântico/western ao lado da belíssima atriz Michaela McManus (Lindsey Strauss na série One Tree Hill e a promotora Kim Greylek na série Law & Order), bem como a contracenar também ao lado de Lindsay Wagner (The Paper Chase, The Bionic Woman) e Ed Asner (Up, The Mary Tyler Moore Show). O drama romântico foi filmando na belíssima cidade de Millersburg, Ohio, cidade pela qual o próprio ator se apaixonou.

 

De salientar-se que – inicialmente – Diogo tinha algumas reservas em aceitar o papel do cowboy Derek, dado a quantidade de cenas equestres envolvidas no filme, visto que Diogo não é um cavaleiro de excelência e – na realidade – tinha receio de cavalos dado um incidente na infância, contudo, como o ator é persistente em tudo o que se propõe fazer, deixou os seus medos para trás e transformou-se verdadeiramente na sua personagem: o subalterno e assombrado pelo seu passado cowboy Derek Sterling!

 

Sem Título11.jpg

 

Baseado no célebre romance de Irene Brand, a narrativa conta-nos a história de uma estudante de direito, Kennedy Blaine (Mcmanus) que herda um rancho na pequena cidade de Valentine, Nebraska, depois que seus pais morrem. A jovem advogada viaja para Valentine com a intenção de vender o rancho, mas é atraída imediatamente pela beleza da região e não só; o guardião do rancho, Derek Sterling é outro dos motivos, pelos quais, a jovem Kennedy resolve ficar uns tempos por Valentine! Misterioso, de cariz forte, ideias prepotentes, semblante fechado, Derek, atrai de imediato a atenção de Kennedy que para além de desejar resolver os seus assuntos de herança, deseja igualmente ver o que existe por detrás daquela estrutura de aço que Derek (Diogo) usa constantemente como capa de proteção.

 

Kennedy coloca a sua vida em LA de lado para passar algum tempo com as suas raízes e descobrir um pouco mais acerca dos seus ancestrais, bem como estabelecer algum contacto com o seu avô , Gabriel Morgan (Asner), que ela nunca conheceu. De imediato, Kennedy é assediada por alguém que a quer fora de Valentine e será apenas com a ajuda de Derek e a sua mãe adotiva (Wagner) que ela conseguirá descobrir quem está por trás dos crimes. Mas quando sua pesquisa revela detalhes dolorosos sobre a sua própria família e levanta, em simultâneo, questões sobre o conturbado passado de Derek desejará Kennedy ainda continuar a querer saber a verdade?

 

“ A Descoberta do Amor “ é um filme de cariz inspirador onde podemos encontrar um Diogo Morgado, finalmente apaziguado no rancho de Valentine; é em Valentine que Derek Sterling apazigua a sua tempestade interior e se torna numa pessoa melhor, alimentado pelo amor da sua mãe adotiva, contudo os seus fantasmas do passado voltam para assombra-lo e fazem recordar-lhe os anos em que tudo se dissipara: o seu sorriso, os seus sonhos, a sua inocência e mergulhara no mundo da clandestinidade; poderá o seu passado roubar-lhe a paz tão aguardada e conquistada e colocar tudo a perder?

 

Diogo Morgado é um ator genuíno, diga-se o que se disser, tal premissa é irrefutável. A sua transição para território americano fê-lo crescer a olhos vistos. Estamos diante de um ator que entende a gênese fundamental da narrativa e a assimila (sendo o herói ou o vilão da fita). Tem tentado, corajosamente, abrir caminhos por entre o mercado norte-americano em variadissimas vertentes e papéis diferentes; não deseja ser categorizado e tampouco rotulado. Incorpora cada personagem com uma estima e dedicação inegualáveis. Acreditamos em tudo o que ele representa. Consegue passar do ecrã para o seu público uma vertente verdadeiramente humana e todo e qualquer sentimento que a sua personagem esteja a sentir ou qualquer vicissitude, ante a qual esteja a sucumbir, ou que tenha de conturnar.

 

Nunca achei fácil passar cá fora prestações crediveis e performances de nos encher o olho, porém, Diogo é a coisa mais verosímel e verdadeiramente palpável que, de momento, temos no estrangeiro. É um ator com uma progressão ascendente e dele apenas esperamos vê-lo a evoluir cada vez mais; se possível para os grandes da sétima arte e para as telas de cinema. Diogo tem talento QB para isso e empresta sempre às suas personagens um lado emocional onde nos é exibido, método, estudo, perfecionismo, aprendizagem e – em última instância – uma abordagem da personagem irreprensível, repleta de expressividade psíquica e sentimental, por isso, é tão impressionante vê-lo interpretar personagens numa língua que não é a sua língua materna e vê-lo palmilhar territórios que aqui, em Portugal, seriam impossiveis de ser palmilhados!

 

 

Com base na popularidade do filme de 2014, exibido igualmente na UPTV, "Love Finds You In Sugarcreek", a mais recente edição da série é produzida por George Shamieh e dirigida por Curtis Grey. O'Shaughnessy e Cindy Bond of Mission Films International são os produtores executivos. Bryar Freed-Golden adaptou o roteiro do livro de Irene Brand.

 

Irene Brand nasceu em West Virgínia e começou a escrever desde tenra idade. O seu primeiro romance foi publicado em 1984. Momentaneamente encontra-se entre o grupo de autores que têm assente o seu trabalho na série “ Love Finds You… “, desde 2008, sendo “ Love Finds You In Valentine “ o seu mais recente projeto e também o mais aguardado de ser visto no ecrã dado a riqueza das paisagens, a narrativa em si e, claro, a junção de um quarteto de luxo a nível de interpretações de entre elas Diogo Morgado que recentemente deu uma entrevista a BTS onde sucintamente nos explica as motivações para fazer o filme e algumas características da narrativa, bem como da sua personagem Derek Starling!

 

Sem Título.jpg

 

BTS: Porque é que escolheu juntar-se ao elenco de "Love Finds You In Valentine”?

 

Diogo Morgado: Eu escolhi a história. Andava a procura de algo um pouco mais sincero em termos de estrutura relativamente às últimas coisas que havia feito originalmente. Este projeto apareceu. Foi perfeito. Para mim, era a história perfeita. É uma história inspiradora. Uma história construtiva; uma história sobre a família; uma história sobre o amor; acerca da recuperação. Especificamente, o personagem que interpreto é um personagem conturbado. Possui uma infância turbulenta... Era um miúdo problemático à medida que ia crescendo. Encontra o Circle Cross. Este rancho, basicamente, tornou-se a sua salvação e fez dele uma pessoa melhor. Todos esses elementos convenceram-me a envolver-me neste projeto.

 

BTS: É fã da autora ou do romance original "Love Finds You In Valentine"?

 

Diogo Morgado: Para ser brutalmente honesto, eu não tinha conhecimento dos romances. Vi os dois filmes anteriores, e entendo perfeitamente bem o conceito. Alguma parte da narrativa foi deixada de fora. Li parte do livro "Love Finds You In Valentine" apenas para obter inspiração. Temos algumas partes do livro que não estavam inseridas no guião, e nós trouxemo-las para o script. Tentamos ser ao máximo fidedignos com a pesquisa do livro; tanto quanto podíamos… Em simultâneo, tudo aquilo que retirávamos do livro e da história em si. Foi assim que aconteceu. Essa foi a nossa diretriz. A partir daí, construímos as nossas próprias verdades, as nossas personagens, bem como a nossa própria ilação a partir da história!

 

BTS: Teve a oportunidade de conhecer a autora?

 

Diogo Morgado: Não, ela não apareceu, infelizmente. Gostaria muito de conhecê-la.

 

BTS: O que pensa sobre o local de filmagens que é de cortar a respiração?

 

Diogo Morgado: Penso que a localização serviu o filme em termos da história. Para ser honesto eu acredito que neste tipo de filme a localização trata-se de mais um personagem. A paisagem entra no guião como uma parte crucial da narrativa. Poderia afirmar que os mesmos atores e os mesmos diretores numa localização diferente fariam um filme totalmente diferente. A localização é essencial. Se é um filme que nos relata uma história sobre como um lugar modificou uma pessoa o local tem que fazer isso. Tem-se que acreditar que este lugar é tão autêntico e tão poderoso que pode mudar as pessoas. Toda a história, o local e a localização eram cruciais. Encontrar tal em Ohio foi muito bonito. Muitas das imagens que vocês veem não são honestas o suficiente comparativamente a quão belo é o local. Foi bastante assustador com todos aqueles cavalos selvagens correndo livremente; sente-se a natureza na sua forma mais pura e bela. Ela personifica o filme de uma maneira muito bonita. Eu e Michaela [McManus] sentimo-nos inspirados pela localização. Tirei imensas fotografias, postei um monte delas e um mini-vídeo aquando da minha visita a uma quinta Amish. Todos esses elementos e uma maneira humilde de viver a vida realmente encaixaram-se no filme.

 

PicMonkey CollageABC.jpg

 

Design de Flyers: Vanessa Paquete 2015 ©

Texto & Crítica: Vanessa Paquete 2015 ©

Fotos: Love Finds You In Valentine CopyRight

Todos os Direitos Reservados ®

 

Comentar:

CorretorEmoji

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

Este blog tem comentários moderados.

Este blog optou por gravar os IPs de quem comenta os seus posts.